Notícias News

Apóstolo duela com pai de santo durante culto e após converte-lo, menospreza espíritos malignos: “Não deu, amigo”; Assista

O apóstolo Agenor Duque protagonizou mais um episódio que está repercutindo pelas redes sociais e causando grande polêmica entre os evangélicos. Dessa vez, o líder da Igreja Apostólica da Plenitude do Trono de Deus duelou com um pai de santo durante um culto.
Conhecido por demonstrações ritualísticas extravagantes, como ungir sal ao atacado ou derramar azeite sobre um estádio usando um helicóptero, o apóstolo ministrava no culto chamado “Sexta-Feira forte” quando um pai de santo o desafiou a duelar contra os espíritos malignos a quem ele servia.
Duque pediu ao obreiro que acompanhasse o pai de santo até o altar e, quando o homem invocou os espíritos, foi confrontado pelo apóstolo, que num gesto de exorcismo o derrubou. “Glorifica o meu Deus de pé”, berrou o apóstolo para o delírio dos fiéis presentes na reunião.
Depois de muita euforia, pulos e mais gritos, o apóstolo Agenor olha para a câmera e pede: “Vem desafiar”.
Ainda caído no chão, o pai de santo aparenta estar desacordado, e o apóstolo Agenor Duque coloca as mãos sobre a cabeça do homem e afirma que o “altar é santo, é puro, não tem pecado”, e que por isso, os espíritos malignos não tinham poder ali.
“Não deu, amigo. Não deu”, afirma o apóstolo, dirigindo-se ao pai de santo. “Eu o desafio: invoque os exus. Invoque eles, e peça para ajudarem você a levantar. Eu o desafio: invoque a belzebu , ao senhor das trevas, invoque a lúcifer, chame por baphomet”, acrescentou.
Depois de pedir para trazer o azeite e passá-lo na boca do pai de santo, o apóstolo diz que ele deve pedir a Jesus que o ajude a levantar. O homem sussurra a frase e se levanta para receber um abraço do apóstolo.
“Eu lhe amo meu irmão”, diz Agenor Duque, antes de perguntar a quem o pai de santo servia. “Exu caveira, cigana, capa preta, tranca-rua”, responde o homem, ainda atordoado. Assista:
Repercussão
Nos comentários do vídeo, muitos fiéis comemoraram o desfecho do duelo. “O Diabo é um derrotado. Glória a Deus pastor! E aos macumbeiros que dizem que o profeta de Deus não pode te derrubar, quero que aprendam que não é o profeta mas sim o poder de Deus que é manifestado através do profeta e o Deus a quem servimos é maior que qualquer deuses que vocês servem!”, escreveu uma usuária do YouTube.

No entanto, as críticas também foram expressas e direcionadas não apenas ao apóstolo Agenor Duque, mas também aos fiéis: “Porque a maioria dos ‘evangélicos’ que defendem essa heresias, são praticamente semi-analfabetos? Li absurdos escrito por essas pessoas, como ‘senas, grória, pobrema, lusifer, ermões,omem, inguinorantis, inganadu, dovidandu, jezus, etc’, e mais um monte de erros grotescos de português… Acredito que, um ser que acredita nessa palhaçada, é desprovido totalmente de inteligência e bom senso”, disparou outro internauta.

“Recomendo, irmãos, que tomem cuidado com aqueles que causam divisões e põem obstáculos ao ensino que vocês têm recebido. Afastem-se deles. Pois essas pessoas não estão servindo a Cristo, nosso Senhor, mas a seus próprios apetites. Mediante palavras suaves e bajulação, enganam o coração dos ingênuos. Romanos 16:17-18”, acrescentou o mesmo usuário, reproduzindo as palavras do apóstolo Paulo à igreja em Roma.

Um rapaz propôs uma reflexão a respeito da existência de excessos em reuniões que se valem de premissas misteriosas para atrair a atenção dos fiéis: “Eu discordo desse tipo de culto que transforma tudo num ‘show’. Acho que coisas espirituais não deveriam nem ser filmadas e expostas dessa maneira pois elas só tendem a ser ridicularizadas e banalizadas. Mas quem sou eu pra julgar? Se tudo isso daí desse vídeo não passar de charlatanismo em nome de Deus, é Ele que vai fazer a justiça, não sou eu. Quem usa o nome de Deus pra ludibriar terá o que merece e se não se arrepender, vai pro inferno. E se você é cristão, sabe disso. Mas se eu começar a desacreditar e a tocar nos profetas de Deus por causa dos falsos profetas que se infiltram no meio, quem vai arcar com as consequências sou eu”, escreveu. G. Notícias.

Nenhum comentário