Notícias News

Demi Lovato afirma que Deus é amor e que Ele não condena os homossexuais

Atriz e cantora pop Demi Lovato, de 21 anos, comentou recentemente através da sua conta no Twitter a respeito de como a sociedade trata os homossexuais. Analisando a respeito dos preconceitos sofridos pela comunidade gay, Lovato defendeu a ideia de que “só Deus pode julgar, e que Ele não condena a homossexualidade”.

A cantora compartilhou seus sentimentos e opiniões sobre o assunto afirmando que começou a pensar sobre isso em uma conversa com uma pessoa próxima a ela, quando falavam sobre o preconceito e julgamento feito pelas pessoas em relação aos homossexuais.

- Eu estava conversando com alguém próximo e querido para o meu coração sobre como as pessoas ainda estão julgando os outros por suas preferências sexuais – escreveu Demi Lovato na rede social.

- Isso realmente quebra o meu coração, e eu nunca vou ser capaz de entender por que este mundo não pode aprender a aceitar uns aos outros pelo que são, sem julgamento. Você não é Deus, portanto, deixe o julgamento para Deus – completou Lovato, que também falou sobre a sua participação na Parada do Orgulho Gay em Nova York.

- Como eu disse antes, o Deus de amor em que eu acredito, nunca condenaria ninguém por amar outro ser humano do mesmo sexo. Isso é o que eu acredito, e todos têm direito a suas próprias crenças – completou.

Segundo o Noticia Cristiana, depois de sua mensagem de tolerância, Lovato enfatizou também que Deus pode salvar qualquer um dos seus pecados.

- Eu vou dizer: eu cresci aprendendo na escola dominical sobre um Deus que ama a todos, não importa de onde você vem ou o que você fez. Um homem chamado Jesus que perdoa os pecados de todas as pessoas, incluindo coisas como horrível como o assassinato, se você acabou de pedir perdão e aceitá-Lo em seu coração – declarou.

Lovato é, há muito tempo, uma defensora dos direitos LGBT, e revelou recentemente que seu avô era gay.

- Ele era um homem corajoso, que saiu do armário 60 anos, o que é inédito – afirmou a cantora em uma entrevista no mês passado.

Lovato tem discutido abertamente outras questões pessoais, incluindo suas lutas com bulimia, automutilação, transtorno bipolar e dependência de drogas e álcool. Ela diz que o Senhor a levou a essas provações para que ela aprenda lições importantes. G. Notícias.

Nenhum comentário