A ESTRADA DA REVELAÇÃO: INICIO DO FIM (REVELATION ROAD: THE BEGINNING OF THE END) 2013 - TORRENT

Postado por Levy Barros - Comunicação Virtual | | Categorias

Sinopse: Josh McManus, um caixeiro-viajante, com um passado nebuloso, se encontra em uma poeirenta cidade no oeste do Texas, na hora errada. Uma série de eventos infelizes lançamento Josh em uma guerra com uma gangue de motoqueiros fora da lei conhecida como Os bárbaros, liderados por um homem chamado Hawg vicioso. Então aconteceu … Um flash no céu, seguido por uma série de terremotos incapacitante, o envio de todo o mundo no caos.

[BR-Rip] - Download - LEGENDA - Download


DADOS DO ARQUIVO:
BR-Rip:
  • Tamanho: 1.09 GB
  • Tempo de Duração: 1:28:26
  • Idioma do Audio: Inglês
  • Legenda: Português - BR
  • Qualidade do Vídeo: BR-Rip
  • Resolução: 680 X 384

Download CD Lauriete - É Preciso Crer 2013

Postado por Levy Barros - Comunicação Virtual | | Categorias ,

Baixar CD Lauriete - É Preciso Crer 2013
Músicas:
01 - Abraão e Isaque
02 - Acalma o Meu Coração
03 - Glorifica 04 - Pela Fé Eu Posso
05 - Uma Carta ao Pastor
06 - É Preciso Crer
07 - Há Muito Tempo Atrás
08 - Eu Irei 09 - Sozinho
10 - O Agir de Deus
11 - Não Ando Só
12 - Rei dos Judeus
13 - Papai do Céu 
Clique aqui para Baixar

LIÇÃO 10: "A alegria do salvo em Cristo" Data: 08 de Setembro de 2013

Postado por Levy Barros - Comunicação Virtual | | Categorias

A ALEGRIA DO SALVO EM CRISTO

TEXTO ÁUREO

“Regozijai-vos, sempre, no Senhor; outra vez digo: regozijai-vos” (Fp 4.4).

VERDADE PRÁTICA

Em tempos trabalhosos e difíceis, somente a alegria do Senhor pode apaziguar a nossa alma.

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Filipenses 4.1-7.

1 - Portanto, meus amados e mui queridos irmãos, minha alegria e coroa, estai assim firmes no Senhor, amados.
2 - Rogo a Evódia e rogo a Síntique que sintam o mesmo no Senhor.
3 - E peço-te também a ti, meu verdadeiro companheiro, que ajudes essas mulheres que trabalharam comigo no evangelho, e com Clemente, e com os outros cooperadores, cujos nomes estão no livro da vida.
4 - Regozijai-vos, sempre, no Senhor; outra vez digo: regozijai-vos.
5 - Seja a vossa equidade notória a todos os homens. Perto está o Senhor.
6 - Não estejais inquietos por coisa alguma; antes, as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus, pela oração e súplicas, com ação de graças.
7 - E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.

INTERAÇÃO

Paulo enfrentou muitas dificuldades e humilhações no serviço do Mestre. Em 2 Coríntios 11.23-29 ele faz uma pequena relação de algumas das dores e perigos que teve que encarar por amor a Cristo. Todavia, o apóstolo não se deixou abater pelas dificuldades. Ele não permitiu que as aflições roubassem sua alegria. O contentamento de Paulo não dependia das circunstâncias, pois advinha da sua comunhão com Cristo. Quem tem a Jesus tem a alegria da salvação e pode se regozijar em toda e qualquer situação. Na obra do Senhor enfrentamos momentos ruins, mas a alegria concedida pelo Eterno nos dá forças para seguirmos em frente. Talvez professor, você esteja enfrentando momentos difíceis em seu ministério de ensino ou em sua família, porém não perca a força nem o ânimo. Confie no Senhor e permita que a alegria dEle inunde sua alma trazendo paz e esperança.

OBJETIVOS

Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
Exortar a respeito da alegria e firmeza da fé.
Compreender que a alegria divina sustenta a vida cristã.
Conscientizar-se a respeito da singularidade da paz de Deus.

ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA

Professor para introduzir a lição reproduza o quadro abaixo de maneira que cada aluno tenha uma cópia. Em classe, leia juntamente com os alunos, o texto bíblico de 2 Coríntios 11.23-29. Enfatize as muitas provações enfrentadas por Paulo. Depois faça a seguinte indagação: “Como ter alegria em meio à tribulação?”. Ouça os alunos com atenção e explique que a nossa alegria independe das circunstâncias externas. Ela é fruto de Cristo em nós, faz parte da nossa salvação. Em seguida leia o quadro com os alunos explicando os ensinos bíblicos a respeito da alegria.

OS ENSINOS BÍBLICOS A RESPEITO DA ALEGRIA INCLUEM:

(1) A alegria está associada à salvação que Deus concede em Cristo (1Pe 1.3-6; cf. Sl 5.11; Is 35.10).
(2) A alegria flui de Deus como um dos aspectos do fruto do Espírito (Sl 16.11; Rm 15.13; Gl 5.22). Logo, ela não nos vem automaticamente. Nós a experimentamos somente à medida que permanecemos em Cristo (Jo 15.1-11). Nossa alegria se torna maior quando o Espírito Santo nos transmite um profundo senso da presença e do contato de Deus em nossa vida (cf. Jo 14.15-21).
(3) A alegria, como deleite na presença de Deus e nas bênçãos da redenção, não pode ser destruída pela dor, pelo sofrimento, pela fraqueza nem por circunstâncias difíceis (Mt 5.12; 2Co 12.9).

INTRODUÇÃO

Palavra Chave
Alegria: Estado de viva satisfação, de vivo contentamento; regozijo, júbilo.

Alegria, regozijo e contentamento são expressões comuns ao longo da Epístola de Paulo aos Filipenses. Paradoxalmente, elas revelam o coração do apóstolo na prisão de Roma. Paulo não se desesperou com o seu cativeiro, mas alegrou-se no Senhor. Ele sabia que estava nas mãos de Deus e contentava-se com as notícias de que a igreja de Filipos, fruto do seu árduo ministério, caminhava muito bem. O apóstolo não deixou se abater com as tribulações do seu ministério, pois nelas, ele via a providência amorosa do Altíssimo.

I. EXORTAÇÃO À ALEGRIA E FIRMEZA DA FÉ (4.1-3)

1. A alegria de Paulo. O primeiro versículo do capítulo 4 de Filipenses inicia-se com um “portanto”, justamente por ser continuação do capítulo 3, quando o apóstolo tratara do perigo dos “inimigos da cruz”. Aqui, Paulo diz que os crentes de Filipos são a sua “alegria e coroa” e aconselha-os a continuarem firmes no Senhor (v.1). A permanência dos filipenses em Cristo bastava para encher o coração do apóstolo de alegria. Por isso, ele manifestou o seu orgulho e os mais íntimos sentimentos de amor e carinho para com os irmãos de Filipos.

2. A alegria nas relações fraternas. Nem tudo, porém, era maravilhoso e perfeito na igreja de Filipos. Ali, estava ocorrendo um grande problema de relacionamento entre duas importantes mulheres que cooperaram na implantação da igreja filipense: Evódia e Síntique (v.2). Esse problema estava perturbando a comunhão da igreja e expondo a saúde espiritual do rebanho.

A fim de resolver a questão, Paulo se dirige a um obreiro local (Timóteo ou Tito, não sabemos) que, com Clemente e os demais cooperadores, procuraria despertar e restabelecer o relacionamento harmônico e fraterno entre Evódia e Síntique. Como verdadeiro pastor, o apóstolo tratou as duas mulheres com o devido cuidado e respeito, pois as tinha em grande estima pelo fato de ambas terem contribuído muito para o seu apostolado.

3. A alegria de ter os nomes escritos no Livro da Vida. O versículo 3 demonstra algo muito precioso para o cristão: a alegria de ter o nome escrito no livro da vida. Paulo menciona tal certeza, objetivando reafirmar a felicidade e a glória de se pertencer exclusivamente ao Reino de Deus.

Os filipenses tinham cidadania romana porque eram originários de uma colônia do império. Mas quando o apóstolo escreve sobre cidadania refere-se a uma muito mais importante que a de Roma. Nossa verdadeira cidadania vem do céu, e o “mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus” (Rm 8.16). Você tem convicção de que o seu nome está arrolado no Livro da Vida? Você compreende o valor disso?


SINOPSE DO TÓPICO (I)

O apóstolo não deixou se abater com as tribulações do seu ministério, antes procurou servir ao Senhor com alegria.

II. A ALEGRIA DIVINA SUSTENTA A VIDA CRISTÃ (4.4,5)

1. Alegria permanente no Senhor. A versão bíblica ARC emprega a palavra “regozijar” no lugar de “alegria” (v.4). O que é regozijar-se? É alegrar-se plenamente. A declaração paulina afirma que a fonte da alegria cristã é o Senhor Jesus, que promoveu a nossa reconciliação com Deus (Rm 5.1,11). Através dEle somos estimulados a permanecer firmes na fé (Rm 5.2). Que alegria!

É a presença viva do Espírito Santo em nós que produz essa certeza (Jo 16.7; Rm 14.17; 15.13). Nada neste mundo é capaz de superar as vicissitudes da vida como a alegria produzida em nosso coração pelo Senhor (Tg 1.2-4; Rm 5.3). O apóstolo sabia da batalha que os filipenses enfrentavam contra os falsos mestres. Estes fomentavam heresias capazes de criar dúvidas quanto à fé. E, por isso, Paulo imperativamente reitera aos filipenses: 
“Regozijai-vos sempre, no Senhor; outra vez digo: regozijai-vos”.

2. Uma alegria cuja fonte é Cristo. A alegria cristã tem como fonte a pessoa bendita do Senhor Jesus. É por isso que, mesmo em meio às adversidades sofridas em Filipos, o apóstolo teve grandes experiências de alegrias espirituais (At 16; cf. 1Ts 2.2). Isso só foi possível pelo fato de ele conhecer pessoalmente Jesus de Nazaré. Quando o apóstolo foi confrontado interiormente e pediu a Deus para que fosse tirado o “espinho de sua carne”, o Senhor lhe respondeu: “A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza” (2Co 12.9a). Após esse episódio, Paulo então pôde afirmar: “De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo” (2Co 12.9b).

3. Uma alegria que produz moderação. O texto bíblico recomenda que a nossa “equidade [deve ser] notória a todos os homens”, pois “perto está o Senhor” (v.5). Na versão ARA, o termo “equidade” é traduzido como “moderação”. Ambas as palavras são sinônimas porque dizem respeito à amabilidade, benignidade e brandura. Levando em conta o contexto de Filipenses, os termos referem-se à pessoa que nunca usa de retaliação quando é provada ou ameaçada por causa de sua fé.

O apóstolo Paulo espera dos filipenses autocontrole e não um comportamento explosivo, próprio de pessoas destemperadas ou sem domínio próprio. Ele assim o faz, por saber que, aquele que tem a alegria do Senhor no coração, possui uma disposição amável e honesta para com outras pessoas, particularmente em relação àquelas inamistosas e más. William Barcklay escreve que “o homem que tem moderação é aquele que sabe quando não deve aplicar a letra estrita da lei, quando deve deixar a justiça e introduzir a misericórdia”.

SINOPSE DO TÓPICO (II)

Nada neste mundo é capaz de superar as vicissitudes da vida como a alegria produzida em nosso coração pelo Senhor.

III. A SINGULARIDADE DA PAZ DE DEUS (4.6,7)

1. A alegria desfaz a ansiedade e produz a paz. Além de gerar equidade, a alegria do Senhor desfaz a ansiedade, pois esta contraria a confiança que afirmamos ter em Deus. Nada pode tirar a nossa paz, perturbando-nos a mente e o coração. As nossas petições devem ser feitas humildemente, com ação de graças em reconhecimento à misericórdia do Senhor (v.6), ao mesmo tempo em que confiamos na providência do Pai Celeste.

2. Uma paz que excede todo o entendimento. No versículo 7, o apóstolo fala acerca da “paz de Deus, que excede todo o entendimento”. Ficando claro que a alegria e a paz são recíprocas entre si. Não há alegria sem paz interior. Esta é decorrência daquela. Essa paz vem do próprio Jesus: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá” (Jo 14.27).

Em síntese, a paz de Deus transcende qualquer compreensão humana, pois não há como discuti-la filosófica ou psicologicamente. Há casos em que somente a paz de Deus acalma os corações perturbados. É a paz divina que excede — ultrapassa ou transcende — a todo o entendimento, pois não depende das circunstâncias.

3. Uma paz que guarda o coração e os sentimentos do crente. Ainda no versículo 7, lemos que essa paz, dada por Cristo, “guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus”. O texto fala de “coração e sentimento”, cidadelas dos pensamentos e das emoções que experimentamos no cotidiano.

A paz de Deus é uma espécie de muro em torno de uma casa, objetivando protegê-la dos perigos externos. Ela torna-se um guarda fiel para o crente. Que saibamos, em Cristo, ouvir o belo conselho do sábio: “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as saídas da vida” (Pv 4.23).

SINOPSE DO TÓPICO (III)

A paz divina que o Senhor nos concede excede a todo o entendimento, pois não depende das circunstâncias.

CONCLUSÃO


A Carta aos Filipenses, em sua completude, destaca a alegria do Senhor como uma virtude de sustentação da vida cristã. Não se trata de alegria passageira ou meramente emocional. A alegria do Senhor alimenta a nossa alma e produz paz e segurança, porque essa “paz é como uma sentinela celestial” que nos guarda do mal. Ora, a alegria também é “fruto do Espírito” (Gl 5.22), pois a presença dela em nós produz uma vida interior que supera todas as nossas vicissitudes.

AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO I

Subsídio Teológico

“Seja a vossa equidade notória a todos os homens. Perto está o Senhor. O termo grego epieikes, equidade, descreve restrição de paixões, sobriedade ou aquilo que é apropriado. Pode significar boa disposição para com as pessoas (cf. Rm 14). Em 1 Timóteo 3.3 e Tito 3.2, a palavra é usada com um adjetivo que significa ‘não propenso a brigar’. A ideia é de ser tolerante, não insistindo em direitos próprios, mas agindo com consideração uns com os outros. Em questões que sejam dispensáveis, os crentes filipenses não devem ir a extremos, mas evitar o fanatismo e a hostilidade, julgando uns aos outros com indulgência. Perto está o Senhor pode ser aviso que a igreja primitiva costumava usar. Neste caso, Paulo está dizendo: ‘Qual é o propósito das rivalidades? Sede tolerantes uns com os outros para que Deus seja tolerante convosco quando o Senhor vier’. A frase também era entendida como promessa da proximidade do Senhor, e interpretada com relação ao versículo seguinte. Não estejais inquietos por coisa alguma [...] Embora possamos planejar o futuro (1Tm 5.8), não devemos ficar ansiosos quanto a nada (Mt 6.25). O segredo desta qualidade de vida é a oração e as súplicas. ‘Cuidado e oração [...] são mais opostos entre si que fogo e água’. Oração é geral e baseia-se nas promessas divinas, envolvendo devoção ou adoração. Súplicas são rogos especiais em tempos de necessidade pessoal e apelam para a misericórdia de Deus” (Comentário Bíblico Beacon. 1 ed., Vol. 9, RJ: CPAD, 2006, p.277).

AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO II

Subsídio Teológico

“Pessoal (4.2,3)
A advertência de Paulo nestes dois versos marca uma ocorrência incomum em suas cartas. É comum o apóstolo enfrentar os problemas, as objeções ou as falsas doutrinas dentro de suas igrejas. Porém, esta é uma das poucas ocasiões onde ele realmente nomeia as pessoas envolvidas (1 Tm 1.20). Na maioria das vezes, Paulo prefere manter os envolvidos em controvérsias no anonimato. O fato de mencionar aqui estes indivíduos reflete a seriedade da situação, seu relacionamento íntimo com os filipenses e sua alta consideração para com as duas irmãs a quem fez este sincero apelo. Obviamente ele considera estas mulheres, bem como o restante da congregação, como suficientemente maduros para lidarem com este assunto publicamente.

Paulo propõe um sério apelo às duas mulheres na congregação em Filipos, Evódia e Síntique (possivelmente diaconisas naquela igreja). As mulheres desempenharam um papel muito importante na fundação daquela igreja na macedônia (veja At 16.14).

[...] Paulo fala com cada uma das mulheres separadamente, possivelmente para mostrar sua imparcialidade na situação.

[...] Estas mulheres, juntamente com Clemente e outros cooperadores, têm combatido com Paulo como se estivessem em um combate de gladiadores (1.27), por amor ao evangelho. Agora, nestas ocasiões em que existem relacionamentos hostis, Paulo pede a este ‘verdadeiro companheiro’ que seja um parceiro para estas duas senhoras, a fim de trazer uma solução. É significativo que os termos ‘cooperadores’, ‘contender’ e ‘ajudar’ contenham a preposição ‘com’ (syn), enfatizando o papel vital da comunidade cristã e do trabalho em equipe, no pensamento de Paulo” (Comentário Bíblico Pentecostal Novo Testamento. 4 ed., RJ: CPAD, 2009, p.505).

SUBSÍDIOS ENSINADOR CRISTÃO

Alegria dos salvos em Cristo

O apóstolo Paulo abriu o capítulo 4 reconhecendo que os filipenses eram sua alegria e coroa. A alta estima que Paulo tinha à igreja de Filipos fazia com que o apóstolo não economizasse no vocabulário, riquíssimo de nobres sentimentos. Por isso, ele exortava os filipenses a estarem firmes no Senhor, numa espécie de redundância ao assunto exposto no capítulo anterior.

Em seguida conclama a Evódia e Síntique que sentisse o mesmo sentimento no Senhor. Amor, carinho, ternura e compaixão eram sentimentos que deviam está no coração dessas duas irmãs, pois afinal de contas, elas eram crentes fundadoras daquela comunidade. Estavam no início de tudo, lado a lado com o apóstolo na labuta da fé. Mas algo de errado ocorrera com estas duas preciosas irmãs no cotidiano da igreja.

Imediatamente Paulo pede a um obreiro local que auxilie essas irmãs, mas não somente ele, Clemente também e muitos outros cooperadores no Evangelho. Aquele era o momento onde os oficiais da comunidade local deviam socorrer e conciliar o relacionamento daquelas duas irmãs pioneiras. O objetivo dessa medida pastoral era que ao final de tudo, juntamente com toda igreja, Evódia e Síntique pudessem atender a convocação paulina: “Regozijai-vos, sempre, no Senhor; outra vez digo: regozijai-vos”.

Este relato ensina de maneira singular o quanto que o discípulo de Jesus deve valorizar o bom relacionamento com os irmãos. A comunhão entre irmãos é um instrumento de Deus para levar alegria ao coração daqueles que se sentem solitários ou deprimidos. Muitos são os irmãos que não tem a oportunidade de comungar com o outro irmão da mesma fé. A luz do relato de Evódia e Síntique, o crente em Jesus é estimulado a resolver a diferença com o seu próximo e viver a alegria de Deus com os irmãos.

O ambiente que promove união e comunhão é propício para não haver inquietações das almas e confusão de espírito. Neste ambiente se torna propício em Deus as petições dos santos serem conhecidas pelos outros com oração e súplicas e ação de graças. Então a paz de Deus que excede todo o entendimento guardará os corações e os sentimentos dos discípulos de Cristo Jesus, o nosso Senhor. A igreja local precisa ser este ambiente. Um lugar de Comunhão, Paz, Oração e Ação de Graças entre os irmãos.

Adolescente cristã se forma na faculdade aos 14 anos, e atribui sucesso acadêmico à sua fé em Deus

Postado por Levy Barros - Comunicação Virtual | | Categorias

Thessalonika Arzu-Embry é uma adolescente norte-americana de 14 anos que tem praticamente os mesmo gostos e rotina que as outras garotas de sua idade, a diferença é que ela acaba de se graduar em psicologia na faculdade Lake County College, à qual ingressou com 11 anos de idade. Cristã, a menina, que tem um Q.I. de 199, afirma que o segredo de seu sucesso acadêmico é a sua fé em Deus, e o apoio que recebe da família.
A mãe de Tessalonika, Wonder Embry, disse que notou dom excepcional de sua filha e sua paixão por aprender, enquanto a alfabetizava em casa. Ela disse que a rapidez com que sua filha aprendia a incentivou a inscrevê-la, com 11 anos de idade, em aulas na Lake County College.
- Eu comecei a ler para ela meus livros da faculdade, e ela compreendeu o material da faculdade já com 6 a 8 anos de idade – explicou a mãe de Thessalonika.
- Academicamente e mentalmente ela estava preparada para isso. E eu não queria sufocar isso e impedindo e a limitando de algo que ela era capaz de realizar. E eu só fui e a incentivei a ir em frente e fazer mais do que o comum – explicou, sobre o porquê de ter inscrito sua filha na faculdade com apenas 11 anos.
Muitos enxergam a aptidão da garota, que já é classificada como “gênio”, como algo extraordinário, mas para ela isso é algo normal. E ela afirma que sua fé e apoio da família são as chaves para o seu sucesso acadêmico. Membro de uma família de cristãos devotos, Thessalonika conta, segundo o Charisma News, que ela e sua família sempre começam seus dias juntos, com orações e estudos bíblicos.
- Agradeço a Deus por isso, porque ele me deu a capacidade de aprender como em Provérbios 28:5 que diz que “os que procuram conhecer a vontade do Senhor sabem muito bem”. E eu sou muito grata por isso – afirmou a jovem.
Agora, ela afirma que pretende usar os conhecimentos que adquire com tanta facilidade para ajudar ao próximo. Seu plano é abrir uma clínica junto com sua mãe, que atualmente cursa pós-graduação em psicologia clínica, e com seu irmão Jeremy, de 23 anos de idade, irá se graduar esse ano.
- Ele [Deus] colocou isso em seu coração para buscar a psicologia clínica para ajudar as pessoas que estão passando por desafios mentais, e ajudar os jovens que tendem a ter problemas psicológicos. Sinto-me muito grata a Deus – afirmou Wonder Embry, que disse ainda que seus dois filhos são motivados em aprender e ouvir de Deus.
Por Dan Martins

Católico, diplomata brasileiro diz que ajudou o senador evangélico boliviano fugir para o Brasil porque “ouviu a voz de Deus”

Postado por Levy Barros - Comunicação Virtual | | Categorias

A recente fuga do senador e pastor evangélico boliviano Roger Pinto Molina para o Brasil motivou, que motivou um grande desconforto entre os governos do Brasil de da Bolívia foi organizado pelo diplomata brasileiro Eduardo Saboia, responsável pela Embaixada do Brasil. Católico praticante, o diplomata afirma ter ajudado na fuga de Molina porque “ouviu a voz de Deus”.
- O senador estava havia 452 dias sem tomar sol, sem receber visitas. Eu me sentia como se fosse o carcereiro dele… O asilado típico fica na residência [do embaixador], mas ele estava confinado numa sala de telex, vigiado 24 horas por fuzileiros navais – explicou Saboia.
- Fiz uma opção por um perseguido político, como a presidente Dilma fez em sua história – completou.
Molina liderou a oposição ao governo de Evo Morales e pediu asilo político ao Brasil, alegando perseguição política. Após 15 meses abrigado na Embaixada do Brasil em La Paz, o senador deixou o país com a ajuda de Saboia, que assumiu a responsabilidade pela operação de retirada do parlamentar da Bolívia, segundo a revista Veja.
Advogado, pecuarista e pastor da Igreja Batista, Roger Pinto Molina, de 53 anos, foi governador de Pando, onde nasceu, deputado federal e senador da Convergência Nacional (CN), opositor ao presidente Evo Morales. Parte da família – duas filhas e a mulher – moram no Brasil.
O diplomata brasileiro contou sobre a fuga em uma entrevista à revista Veja contando que foi motivado pelo “estágio perigoso de depressão” em que o senador Pinto estava, e que foi auxiliado por Deus durante a fuga. Segundo ele, no meio da viagem estavam sofrendo com a névoa, gelo e frio, sem comida suficiente, com o senador passando mal e com o combustível estava no limite, quando aconteceu um milagre.
- Eu, católico, e o senador, evangélico. Peguei a Bíblia, abri nos Salmos e li. Foi o milagre da multiplicação da gasolina. – explicou.
Afastado de suas funções por tempo indeterminado, Saboia diz que o que fez foi prejudicial à sua carreira, mas que fez o que achava certo e que tem ferramentas para se defender caso tentem acusá-lo.
- Se vierem para cima de mim, tenho elementos de sobra para me defender e para acusar – afirmou.
Por Dan Martins

Pastor Marcos Pereira conta tudo sobre sua prisão em entrevista ao programa “Conexão Repórter”, do SBT

Postado por Levy Barros - Comunicação Virtual | | Categorias

No próximo domingo o programa Conexão Repórter, do SBT, apresentará uma edição especial com uma entrevista do polêmico pastor Marcos Pereira. Líder da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos dias, que está preso desde maio, acusado de estupro e ligações com o tráfico de drogas.
- Acusado de estuprar mulheres de sua própria igreja, ordenar atentados de dentro da prisão e comandar os bandidos mais perigosos do país, ele dará um depoimento denso e repleto de revelações -anuncia a emissora, sobre a edição do programa com o pastor.
A entrevista foi concedia com exclusividade ao jornalista Roberto Cabrini, que entrou no presídio de segurança máxima para conversar com Pereira.
Essa não é a primeira vez que em que programa do SBT entrevista Marcos Pereira. Antes de sua prisão, em 2010, Cabrini conviveu durante dias com o pastor e registrou como ele entrava nos bailes funks em favelas dominadas pelo tráfico e os transforma em cultos religiosos.
Depois da prisão do líder religioso, o programa apresentou também um documentário intitulado “Em Nome do Senhor”, exibindo reportagens gravadas em 2012, quando foram entrevistadas mulheres que teriam sido vítimas de estupro cometido pelo pastor, além de entrevistas com o coordenador da ONG AfroReggae, José Junior, e com o ex-pastor da ADUD, Rogério Ribeiro de Menezes, que era subordinado a Marcos Pereira e testemunhou contra Pereira nas investigações da Delegacia Especial de Combate às Drogas (DCOD), que levaram à prisão.
O programa vai ao ar nesse domingo, dia 1º de setembro, às 22h, após o Programa Silvio Santos.
Por Dan Martins

Bancada evangélica se articulou para impedir cassação de Natan Donadon

Postado por Levy Barros - Comunicação Virtual | | Categorias

Condenado a 13 anos de prisão por peculato e formação de quadrilha, o deputado Natan Donadon (sem partido – RO) foi julgado na Câmara na última quarta-feira (28) no processo de cassação onde 233 deputados votaram a favor e 131 contra.
De acordo com o jornal O Estado de São Paulo a não cassação de Donadon aconteceu por uma articulação entre as bancadas evangélicas, do PT e do PMDB. Dos 513 deputados, 108 não participaram da votação e cassação não aconteceu por uma diferença de 24 votos.
Dos deputados presentes, 41 se abstiveram da votação que acabou beneficiando o deputado-preso desde 28 de junho em um presídio no Distrito Federal.
Ao saber da decisão da Câmara, Donadon, que é pastor evangélico, se ajoelhou no plenário e juntou as mãos em sinal de agradecimento a Deus. Antes que os deputados votassem, ele chegou a se declarar inocente dizendo em nome de Deus que nunca cometeu os crimes pelos quais foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal.
“Não fiz pagamentos ilegais, não desviei um centavo, pelo amor de Deus, façam justiça senhores deputados!”, disse o ex-peemedebista. “Não sou ladrão, nunca roubei nada, é uma acusação injusta!”.
Com a decisão de não cassação, Natan Donadon ficará afastado do mandato durante todo o período que permanecer preso. A decisão partiu do presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) que informou que durante este período o deputado-preso não terá qualquer benefício do Congresso, nem mesmo o salário de R$26,7 mil.
Além dessa decisão, Henrique Alves também decidiu que os próximos processos de cassação só serão realizados com voto aberto, onde os deputados falam abertamente se são a favor ou contra a cassação de condenados.
A decisão do caso de Donadon pode beneficiar três deputados que aguardam a decisão final do STF sobre o mensalão, eles são: João Paulo Cunha (PT-SP), Pedro Henry (PP-MT) e Valdemar Costa Neto (PR-SP) que não votaram nesta quarta.
Confira a lista dos deputados que não compareceram à votação:
Veja a lista dos deputados que não participaram da votação (ao lado dos nomes, “P” indica aqueles que estiveram presentes no plenário, e que mesmo assim não votaram):
DEM (6 não votaram, 21% da bancada)
Abelardo Lupion (PR)
Betinho Rosado (RN)
Claudio Cajado (BA) P
Eli Correa Filho (SP) P
Jorge Tadeu Mudalen (SP) P
Lira Maia (PA) P
PC do B (2 não votaram, 15% da bancada)
Alice Portugal (BA)
Jandira Feghali (RJ) P

PDT (3 não votaram, 12% da bancada)
Enio Bacci (RS) P
Giovani Cherini (RS) P
Giovanni Queiroz (PA) P
PMDB (15 não votaram, 19% da bancada)
Alceu Moreira (RS)
André Zacharow (PR) P
Arthur Oliveira Maia (BA)
Asdrubal Bentes (PA)
Carlos Bezerra (MT)
Darcísio Perondi (RS)
Eliseu Padilha (RS) P
Gabriel Chalita (SP) P
Genecias Noronha (CE) P
José Priante (PA) P
Leonardo Quintão (MG) P
Mário Feitoza (CE)
Newton Cardoso (MG) P
Renan Filho (AL)

PMN (1 não votou, 33% da bancada)
Jaqueline Roriz (DF) P

PP (14 não votaram, 37% da bancada)
Afonso Hamm (RS)
Beto Mansur (SP) P
Carlos Magno (RO)
Guilherme Mussi (SP)
José Linhares (CE) P
José Otávio Germano (RS) P
Luiz Fernando Faria (MG) P
Paulo Maluf (SP) P
Pedro Henry (MT)
Renato Molling (RS)
Renzo Braz (MG) P
Toninho Pinheiro (MG) P
Vilson Covatti (RS) P
Waldir Maranhao (MA)
PPS (2 não votaram, 18% da bancada)
Almeida Lima (SE)
Arnaldo Jardim (SP) P
PR (8 não votaram, 22% da bancada)
Bernardo Santana de Vasconcellos (MG)
Inocêncio Oliveira (PE)
Laércio Oliveira (SE)
Manuel Rosa Neca (RJ)
Valdemar Costa Neto (SP) P
Vicente Arruda (CE) P
Zé Vieira (MA)
Zoinho (RJ)
PRB (1 não votou, 10% da bancada)
Vilalba (PE)

PSB (6 não votaram, 24% da bancada)
Abelardo Camarinha (SP) P
Alexandre Roso (RS)
Antônio Balhmann (CE)
Beto Albuquerque (RS)
Paulo Foletto (ES) P
Sandra Rosado (RN)
PSC (2 não votaram, 13% da bancada)
Nelson Padovani (PR) P
Pastor Marco Feliciano (SP) P

PSD (12 não votaram, 27% da bancada)
Dr. Luiz Fernando (AM)
Edson Pimenta (BA) P
Eduardo Sciarra (PR) P
Eliene Lima (MT) P
Fernando Torres (BA)
Heuler Cruvinel (GO)
Homero Pereira (MT)
João Lyra (AL)
José Carlos Araújo (BA) P
Manoel Salviano (CE)
Marcos Montes (MG)
Sérgio Brito (BA) P

PSDB (6 não votaram, 12% da bancada)
Carlos Roberto (SP) P
Marco Tebaldi (SC) P
Marcus Pestana (MG)
Pinto Itamaraty (MA)
Sérgio Guerra (PE)
Vanderlei Macris (SP)

PT (21 não votaram, 24% da bancada)
Angelo Vanhoni (PR) P
Anselmo de Jesus (RO)
Artur Bruno (CE)
Beto Faro (PA) P
Biffi (MS) P
Bohn Gass (RS)
Iriny Lopes (ES) P
João Paulo Cunha (SP) P
José Genoino (SP)
Josias Gomes (BA)
Luiz Alberto (BA)
Marcon (RS)
Marina Santanna (GO) P
Miguel Corrêa (MG) P
Odair Cunha (MG) P
Pedro Eugênio (PE) P
Pedro Uczai (SC) P
Rogerio Carvalho (SE)
Ronaldo Zulke (RS)
Vicentinho (SP) P
Weliton Prado (MG)

PTB (2 não votaram, 11% da bancada)
Jovair Arantes (GO)
Sabino Castelo Branco (AM)

PTdoB (1 não votou, 33% da bancada)
Rosinha da Adefal (AL)

PV (1 não votou, 10% da bancada)
Eurico Junior (RJ) P

SEM PARTIDO (1 não votou)
Romário (RJ)

Marco Feliciano se justifica

Apesar de aparecer na lista dos que estavam presentes, mas não votaram, o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) usou o Twitter para se justificar dizendo que no horário da votação ele não estava mais no plenário.
“Estou nos EUA. Viagem marcada há dois meses. Fiquei ontem [quarta-feira, 28] no plenário até as 19:30h. As 20:00h já estava no aeroporto. Desde as 16:00h já havia quorum para votação, mas não colocaram nada em votação até o horário em que pude ficar lá [...] A votação de Cassação iniciou as 20:30h. As 20:39h eu já havia embarcado. Por este motivo não participei da votação.”
Feliciano está nos Estados Unidos para falar com líderes da comunidade de língua portuguesa e representantes de imigrantes brasileiros que estão presos por estarem ilegalmente no país. Foi também pelo Twitter que o deputado esclareceu que sua viagem não está sendo paga com dinheiro público.
“Falarei aqui nos EUA a lideres da comunidade de língua portuguesa. Incluindo representantes de imigrantes brasileiros que estão presos. Quando assumi a CDMH falei que lutaria pelos direitos das centenas de brasileiros que estão presos aqui nos EUA por estarem ilegais. Levarei o relatório da viagem e apresentarei à CDHM na próxima semana. E a viagem toda está sendo custeada pelos lideres que me convidaram.”

Na Moral fala sobre o aborto e a influência da religião sobre o tema

Postado por Levy Barros - Comunicação Virtual | | Categorias

O programa Na Moral desta quinta-feira (29) reuniu convidados para falar sobre o aborto, casos de gravidezes indesejadas e da falta de planejamento familiar.
Pedro Bial convidou o bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro, Dom Antonio Augusto, e médico Dráuzio Varella que participou de todo o programa, a coordenadora da ONG Católicas pelo Direito de Decidir, Regina Soares, e a atriz Cláudia Abreu para debaterem sobre o aborto e influência da religião sobre este tema.
O apresentador questionou o líder católico sobre os motivos da Igreja em impedir que a mulher estuprada faça o aborto, já que para este caso o procedimento é garantido por lei. O religioso, que também é médico pediatra, afirmou que aprendeu na faculdade que a vida começa na concepção.
“A vida humana, independentemente de como ela foi concebida e as suas circunstâncias, tem um valor inestimável e é o fundamento de todos os direitos”, disse.
Não satisfeito com a resposta, Pedro Bial tenta dizer que o estuprador não respeitou a vida da vítima e questiona ao bispo qual das duas vidas deve ser protegida. “As duas. Nenhuma vida é mais valiosa que a outra”.
O doutor Dráuzio Varella é contra a visão de Dom Antonio e diz que ao obrigar uma mulher estuprada a continuar com a gravidez é dar direito ao estuprador de escolher a mulher que ele quiser para ter um filho. “Isso para mim é absolutamente chocante”.
Ao ter espaço no debate, Regina Soares diz que mesmo com a recomendação da Igreja Católica contra o aborto e contra métodos contraceptivos, 82% da população jovem de católicos no Brasil é a favor do uso da pílula do dia seguinte. “Há uma dissonância muito grande entre o discurso oficial da igreja, que o bispo nos traz, e a prática dos fiéis católicos”, disse.
Assista:

Pastor compara cultos neopentecostais e músicas evangélicas com “drogas”. Assista!

Postado por Levy Barros - Comunicação Virtual | | Categorias

Aos 15 anos de idade, o hoje pastor Jackson Jaques se converteu em uma igreja de linha pentecostal. Nos últimos dias seu “vídeo-desabafo” obteve mais de 27 mil acessos. “Confissões de um ex-neopentecostal” é um relato bem humorado de 17 minutos em formato de vlog, onde Jackson conta o que mudou em sua vida e teologia.
Jackson pastoreia a Igreja Vintage 180 em Porto Alegre, que não tem filiação denominacional. O nome “diferente” vem de uma palavra francesa para designar antigo, e 180 é o grau da conversão, ou seja, conversão no modelo antigo ou bíblico. A congregação reúne vários tipos de pessoas para ouvir “muitas perguntas modernas com as velhas e sempre atuais respostas do Evangelho de Jesus”.
Seu objetivo é ter uma igreja onde velhos, jovens, tatuados e caretas “sejam irmãos pelos laços do Calvário”. Para isso, decidiu “seguir uma teologia reformada em uma Igreja urbana”.
O Gospel Prime entrou em contato com o pastor para entender o que passa na cabeça de alguém comparar cultos dos Gideões Missionários e músicas como a da cantora Damares com “drogas”.
Para Jackson, sua atitude radical é bíblica. “Me refiro a droga, pois é veneno, pseudoevangelho, evangelho esse que Paulo chama de MALDITO (Gl 1:8,9). Não é brincadeira, não é uma questão de gosto, opção, é questão de vida ou morte eterna. Creio que muitos ainda vão acordar, mas sei também, que todos esses que estão sendo expostos à verdade e não se convertem são sim alvos da ira de Deus, me refiro principalmente aos líderes”.
Parece forte? Para ele o efeito que deseja causar nos outros é o mesmo que um vídeo com uma pregação do missionário Paul Washer causou nele. Por 15 dias, Jackson refletiu sobre sua vida espiritual após ser confrontado pelos argumentos do famoso vídeo de Washer.
Dia 22 de agosto ele colocou no ar o vídeo com suas confissões por dois motivos “Primeiro, porque muitos amigos me cobravam isso, pois do dia pra noite passei a rejeitar, condenar, criticar, etc… Tudo o que EU fazia de errado… precisava deixar claro que nem sempre fui assim tão ortodoxo. Segundo, eu estou de saco cheio de pregadores super-heróis, estou cansado de ouvir gente que diz que sempre falou a verdade com maturidade, quando a gente sabe que não é bem assim. Quis deixar bem claro que eu não sou o herói, Jesus é o herói da minha vida”.
Deixa claro ainda que o pôster do Super-homem ao fundo nada tem a ver com sua teologia, nem com idolatria.
As reações nas redes sociais têm sido positivas, mas ele não está isento de críticas. “Mais de 90% são de apoio. A galera tá acordando e entendendo que precisamos urgente de uma Reforma e um Reavivamento no Brasil. Imaginava ter umas duas mil visualizações em um mês, me surpreendi com a repercussão”.
Aos que questionam que alguns dos aspectos levantados por ele no vídeo não estão presentes em todas as igrejas pentecostais ou neopentecostais. Para Jackson, “Neopentecostalismo é toda e qualquer atitude humana de manipular a Divindade! Sempre que isso acontece, temos ali uma teologia neopentecostal, seja isso numa IURD, IMPD, Assembleia de Deus, Presbiteriana, etc… ”.
Em seu vídeo, ele menciona pastores como Feliciano, Malafaia e Benny Hinn, que ele gostava mas hoje rejeita seus ensinamentos. Para Jackson, muitas coisas são claras. Uma delas é que os evangélicos do Brasil precisam “urgentemente voltar para a Palavra”.
Ao ver como as igrejas evangélicas estão cada dia mais identificadas com questões politicas, ele dispara: “Respeito quem tem vocação política, quem tem que a siga, mas sou contra a forma como a coisa tem acontecido no Brasil, onde os políticos evangélicos viraram na verdade despachantes de luxo de Igreja… No Brasil a religião evangélica na sua maioria cresce num formato de coronelato, onde quem questiona não serve… A culpa são dos líderes, dos pastores. Deus requererá deles tudo o que estão fazendo”.
O jovem pastor já colocou suas pregações no YouTube e pretendo gravar a parte dois do “confissões”, e quer escrever um livro com o mesmo título. Também pretende fazer um vídeo para esclarecer as diferenças entre Pentecostalismo e Neo-Pentecostalismo. Quando? “não sei, pode ser amanhã como pode ser daqui a 4 meses. A Igreja me toma muito tempo”, conclui.
Assista:

Kainón participará de maratona de entrevistas

Postado por Levy Barros - Comunicação Virtual | | Categorias


Nesta quinta-feira (29/08), na parte da manhã e da tarde, o grupo Kainón participará de uma maratona de entrevistas para diversas rádios do Brasil, diretamente da sede da Central Gospel Music.

Sintonize na rádio de sua cidade ou ouça pela internet para acompanhar e conhecer um pouco sobre a vida e o ministério desse grupo abençoado e saiba mais sobre o lançamento do CD Vai Ter Virada.

Confira a programação:

11:00 - Rádio Paz 89.5 - Goiânia (GO)
11:30 - Rádio Evangélica 100.7 - Recife (PE)
13:30 - Rádio Gospel Curitiba 89.3 - Curitiba (PR)
14:00 - Rádio Templo Central 97.3 - Fortaleza (CE)
14:30 - Rádio Rio Doce 104.9 - Governador Valadares (MG)
15:00 - Rádio Natureza 98.3 - Balneário Camboriú (SC)
15:30 - Rádio Melodia 106.9 - Cataguases (MG)
15:45 - Rádio Novo Tempo 95.9 - Vitória (ES)

JOTTA A INICIA GRAVAÇÃO DE VOZ PARA NOVO CD

Postado por Levy Barros - Comunicação Virtual | | Categorias


Jotta A está a todo vapor na produção do seu segundo álbum pela Central Gospel Music. Após realizar a sessão de fotos para a composição do CD, o cantor já começou a pôr voz em seu repertório.

Produzido pelos irmãos Daniela Araújo e Jorginho Araújo, este projeto terá características totalmente diferentes do trabalho anterior, com muitas novidades. O nome do álbum já está definido, mas ainda é surpresa. O lançamento está previsto para novembro.

Aguardem as próximas novidades!